Por que é que produtos do mar sustentáveis são bons para a economia

Os mares do mundo: um fator económico

Se os mares do mundo fossem um país; seria o país com a sétima maior economia do mundo. O valor dos bens e serviços dos oceanos é de 2,5 triliões de dólares ao ano.[1] Mas mesmo este número não faz justiça a todo o seu potencial.[2]   Peixe e marisco estão entre as mercadorias mais negociadas em todo o mundo. Mas a indústria da pesca só será rentável a longo prazo se se desprender do lucro a curto prazo e prosseguir uma estratégia sustentável. Pesca sustentável não significa que é obrigatório apanhar menos peixe. Trata-se da captura do peixe certo, em quantidades toleráveis, ao mesmo tempo que se poupam os outros. É uma questão de usar técnicas de pesca sustentáveis, que não visam apenas maximizar o lucro a curto prazo, mas garantir a preservação a longo prazo dos nossos recursos valiosos. Potencial adormecido A gestão sustentável das populações de peixes do oceano poderia aumentar significativamente os lucros da indústria da pesca. Os especialistas estimam que o “adormecido” potencial extra seja de cerca de 83 biliões de dólares.[3] Com uma melhor gestão, as populações de peixes poderiam recuperar, o que resultaria num aumento da qualidade do peixe a ser capturado. Mas no final, é o consumidor de peixe e mariscos – por isso todos nós -, bem como o setor de retalho que decide o futuro da pesca. Os consumidores através de decisões de compra responsáveis e o retalho através de portfólios de marisco responsáveis e sustentáveis. Só a criação de uma maior procura por produtos sustentáveis e uma gama de oferta em lojas e mercados de peixe vai apoiar a mudança – para uma pesca e aquicultura mais responsáveis e sustentáveis. Isto irá apoiar o fornecimento de peixe suficiente para alimentar a crescente população mundial e garantir a subsistência de milhões de pessoas nos países em desenvolvimento a longo prazo.
O produto marinho bruto anual, o equivalente ao PIB de um país, faria do oceano a sétima maior economia do mundo.[1]
referência no texto
[1] Hoegh-Guldberg , O. et al. 2015. Revitalização da Economia dos Oceanos: necessidade de actuação – 2015. WWF Internacional, Gland, Suiça., Genebra. Página 12; http://wwf.panda.org/wwf_news/?244770/Ocean-wealth-valued-at-US24-trillion-but-sinking-fast [2] Grupo Banco Mundial. 2015. The Sunken Billions Revisited. Progressos e Desafios na Pesca Marítima Mundial. http://www.worldbank.org/content/dam/Worldbank/Topics/Environment/Sunken%20Billions%20Revisited-web-2.pdf [3] Grupo Banco Mundial. 2015. The Sunken Billions Revisited. Progressos e Desafios na Pesca Marítima Mundial. http://www.worldbank.org/content/dam/Worldbank/Topics/Environment/Sunken%20Billions%20Revisited-web-2.pdf
Share This